A culpa é toda de Marte de Paula Browne

Autor : Rafael Davidson | Data : sábado, abril 01, 2017 | Assunto :


Infantojuvenil.‭ ‬Uma história leve para refletir sobre verdade e perdão.


Ficha Técnica:
Título:‭ ‬A culpa é toda de Marte
Autor:‭ ‬Paula Browne
Páginas:‭ ‬128‭ | ‬Ano:‭ ‬2011
Editora:‭ ‬Rocco

Sinopse:

Em‭ '‬A culpa é toda de Marte‭!'‬,‭ ‬a autora busca narrar situações do cotidiano adolescente.‭ ‬Diana é uma garota que tem ideias muito próprias sobre a vida.‭ ‬Quando se vê diante de um caos amoroso,‭ ‬ela busca respostas em uma conversa divertida com um gato,‭ ‬nas previsões dos astros e nos livros

Link:‭ ‬Skoob‭ | ‬Comprar:‭ ‬Amazon‭

Resenha

Olá amiguinhos‭! ‬Hoje dia‭ ‬01‭ ‬de Abril como todos devem saber é comemorado o Dia Da Mentira,‭ ‬se é que isso seja algo a se comemorar.‭ ‬Deixando essa discussão de lado vamos ao que interessa e o livro de hoje traz uma grande confusão gerada por uma mentira:‭ ‬A culpa é toda de Marte de Paula Browne.

Até que ponto uma mentira ou ocultação da verdade pode transformar a vida de alguém num caos‭? ‬É isso que acontece com Diana e isolada dos amigos e do mundo ela resolve desabafar sobre os acontecimentos e seu ponto de vista de tudo o que aconteceu com o gato da família,‭ ‬pois esse parece ser o único interessado no que ela tem a dizer.‭ ‬Será que a astrologia é capaz mesmo de prever as coisas‭? ‬Esse é também um dos questionamentos que a menina faz enquanto tenta relacionar tudo o que aconteceu com os conselhos astrológicos de uma amiga da família,‭ ‬tratando de questões bastante comuns da adolescência como relacionamentos amorosos e amizades a autora consegue colocar boas doses de humor a uma história que poderia seguir por outro caminho e que talvez não se tornasse tão interessante.

O problema é que todas as pessoas se acham com muita razão sobre tudo,‭ ‬mas apenas poucas‭ – ‬presta atenção,‭ ‬gatinho,‭ ‬muito poucas‭ – ‬percebem que pode existir um oceano gigante entre o que se fala e o que se entende‭; ‬no fim das contas,‭ ‬o que acontece é que a realidade fica muito a serviço das interpretações.
Apesar de ter apenas‭ ‬13‭ ‬anos Diana vive uma situação que pode ser comum em outras fases da vida e independente de ser homem ou mulher e que a faz se sentir perdida mesmo tendo uma boa relação com a família e principalmente com o irmão Bina,‭ ‬essa é uma das boas sacadas da autora ao gerar uma empatia por atitudes que num primeiro momento você poder julgar de forma negativa por ter sido algo que poderia ter sido evitado,‭ ‬mas a medida que a história vai se desenvolvendo percebe o quanto isso mexeu com Diana e todas as pessoas próximas e também nos faz refletir sobre o perdão.‭ ‬Apesar de tudo isso a leitura é bem fluida e mesmo sendo classificado como infantojuvenil o livro pode muito bem ser direcionado ao publico adulto.

Recomendo a leitura principalmente se você acabou de ler um livro mais denso ou se ta procurando algo leve e despretensioso.

google+

linkedin